Programa Pátria Voluntária realiza encontro de conselho

No dia 24 de julho, o Conselho do Programa Pátria Voluntária se reuniu para um encontro por videoconferência. Na oportunidade, a presidente do Conselho, primeira-dama Michelle Bolsonaro, também participou do momento, abrindo a reunião e dando as boas-vindas aos novos conselheiros. 

O encontro foi marcado pela apresentação das evoluções do programa, que em julho deste ano completou seu primeiro ano de atividades e já beneficiou mais de 650 mil pessoas. Ademais, foram apresentados os próximos passos para o avanço do programa e as futuras ações que serão implementadas, com enfoque em projetos estruturantes e ações de atendimento emergencial aos mais vulneráveis. 

Nos debates com os conselheiros, foram alinhados os objetivos principais do programa com enfoque em estimular a participação do indivíduo na implementação de ações transformadoras, no fortalecimento da sociedade civil, na formação de parcerias para o voluntariado e no fomento do uso de tecnologia e inovação dentro do ecossistema do voluntariado.

Já em relação às ações emergenciais, foram destacados os excelentes resultados dos projetos “Arrecadação Solidária” e “Brasil Acolhedor”, que já beneficiaram juntos mais de 270 mil pessoas em todo o Brasil, entre idosos, pessoas em situação de rua, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes e Povos e Comunidades Tradicionais.

É tendo em vista alcançar impactos sociais que o Pátria Voluntária tem estruturado suas ações, dentre as quais nota-se: a inclusão digital e incremento de renda de Povos e Comunidades Tradicionais, aumento do desempenho escolar de crianças e adolescentes e geração de renda para mulheres em situação de vulnerabilidade do arquipélago do Marajó. Estes impactos fazem parte dos primeiros projetos estruturantes do programa. Muitos ainda estão por vir. 

O Pátria Voluntária

O Programa Pátria Voluntária, que é coordenado pela Casa Civil da Presidência da República, tem por objetivo fomentar a prática do voluntariado como um ato de humanidade, cidadania e amor ao próximo, além de estimular o crescimento do terceiro setor, contribuindo para a transformação do Brasil em um país mais justo e mais solidário. A Plataforma patriavoluntaria.org também está disponível para que organizações sociais promovam campanhas de doação financeira e já conta com mais de 600 instituições cadastradas.