VIDA: Pátria Voluntária e Embratur concluem a campanha “O amor pelo São João está no nosso sangue”

As doações de sangue e medula marcaram o mês em que se comemora o Dia Mundial do Doador 


Nesta quarta-feira (30), o programa Pátria Voluntária e a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (EMBRATUR) comemoraram mais uma conquista importante em prol da vida: a finalização da campanha “O amor pelo São João está no nosso sangue”, que sensibilizou os servidores a ajudarem no abastecimento dos estoque de sangue do Hemocentro de Brasília, durante o mês de junho. A solenidade foi realizada no auditório da Agência com a presença da secretária  a secretária-executiva do programa Pátria Voluntária do Governo Federal, Adriana Pinheiro, o presidente da Embratur, Carlos Brito, e o presidente substituto da Fundação Hemocentro de Brasília, Alexandre Nonino.

Durante a campanha, várias ações promocionais foram realizadas pela gerência de Integridade e Integração da Embratur e o resultado foi de 72 doações de sangue e/ou de medula. Carlos Brito disse que ficou muito feliz em colaborar com uma causa tão nobre.”Eu já havia feito a doação outras vezes, mas levei minha esposa para ser doadora a partir desta campanha, e ela ficou extremamente emocionada. Convido a todos a darem continuidade às doações, pois um gesto simples tem o enorme poder de salvar vidas. Por que não ajudar o próximo? Parabéns a todos que participaram e vamos dar perpetuidade a este ato”. 

Adriana Pinheiro representou a presidente do conselho do Pátria Voluntária, Michelle Bolsonaro, que tem reforçado a importância de realizar campanhas voltadas para a doação de sangue durante todo o ano. “Esta é uma pauta muito relevante e mexe muito com o nosso coração. Só temos a agradecer a cada um de vocês. Como disse a nossa primeira-dama, cada doação salva quatro vidas, parabéns a todos”, enfatizou a secretária executiva do Pátria Voluntária. 

Naya Lorena, colaboradora da Embratur, conta que a campanha a fez lembrar de uma experiência em família. “A minha mãe precisou fazer um transplante de medula óssea e fazer parte dessa ação de solidariedade me emocionou muito. Se a gente é saudável, porque não salvar vidas”?

Esta foi a primeira doação da colaboradora da Embratur, Luisa Marques. “É uma causa muito nobre, entendemos a necessidade de abastecer o banco de sangue, principalmente neste período de inverno, em que as pessoas doam menos. A gente tinha que abraçar essa causa, foi muito especial pra mim. Pretendo continuar, fazer desta iniciativa uma rotina em minha vida”, declarou. 

Segundo a gerente de Integridade e Integração da Agência, Catiane Seif, a campanha surgiu da importância que o povo brasileiro dá às festas de São João e neste ano não pôde fazer um evento típico, por causa da pandemia.  “Pensamos em algo social e junho é o mês em que se comemora o Dia Mundial do Doador, foi uma união perfeita.  A parceria com o Pátria Voluntária só veio engrandecer esta iniciativa, porque o programa é inspirador e nos deu todas as diretrizes de como fazer uma campanha com sucesso. A Avaliação é das melhores, reforçamos o amor ao próximo, só temos a agradecer”, enfatizou. 

O presidente substituto da Fundação Hemocentro de Brasília, Alexandre Nonino, falou sobre a importância do ato de doar sangue. “Não importa se temos dinheiro ou não, o sangue não se encontra no supermercado, na farmácia para ser vendido. É totalmente dependente do voluntariado. A doação de sangue é a forma mais plena do amor, a gente doa e ajuda uma pessoa sem saber quem é. Temos muito a agradecer aos doadores  e ao Pátria Voluntária, que tem ajudado bastante o Hemocentro”.